sambafoot

Publicidade

Australiana é perdoada após 20 anos presa pela morte de 4 filhos

Novas evidências apontam ser possível que as crianças morreram de causas naturais

Australiana é perdoada após 20 anos presa pela morte de 4 filhos
Publicidade

Uma australiana condenada a 30 anos de prisão pelo assassinato dos quatro filhos foi perdoada e solta nesta 2ª feira (5.mai) após novas evidências científicas colocarem em xeque as causas das mortes.

+ Leia as últimas notícias no portal sambafoot

Kathleen Folbigg, de 55 anos, estava desde 2003 em uma prisão em Grafton, no estado de New South Walesna e foi solta após o perdão concedido pela governadora do estado, Margaret Beazley. O caso contra ela perdeu força em 2018, quando foi descoberto que duas das vítimas carregavam uma rara variante genética que poderia ser "uma causa razoavelmente possível" das mortes. 

Na época, uma petição assinada por 90 cientistas, médicos e profissionais relacionados foi enviada para o juiz responsável pelo inquérito "baseada em evidências positivas significativas de causas naturais de morte" das crianças, que morreram separadamente ao longo de uma década, entre 19 dias e 19 meses de idade.

O primeiro filho e Folbigg, Caleb, nasceu em 1989 e morreu 19 dias depois, no que um júri determinou ser o crime menor de homicídio culposo. Seu segundo filho, Patrick, tinha 8 meses quando morreu em 1991. Dois anos depois, Sarah morreu aos 10 meses. Em 1999, a quarta filha da mulher, Laura, morreu aos 19 meses.

Segundo a advogada de defesa Sophie Callan, há "evidência persuasiva de especialistas de que, por uma questão de possibilidade razoável, um distúrbio neurogenético subjacente" causou a morte súbita de Patrick.

A evidência científica criou dúvidas de que Folbigg matou as três crianças e minou o argumento feito no caso de Caleb de que a morte das quatro crianças foi uma coincidência improvável, disse Callan.

Ainda segundo a advogada, a miocardite, uma inflamação do coração, também foi apontada como uma causa possível da morte deLaura.

Quando foi condenada, Folbigg negou a autoria dos supostos assassinatos. Mas o júri ficou com a versão dos promotores de que as semelhanças entre as mortes tornavam a coincidência uma "explicação improvável" e que a mulher havia admitido a culpa em passagens no diário que mantinha.

A advogada dela afirma, contudo, que psicólogos e psiquiatras forneceram evidências de que "não seria confiável interpretar as entradas dessa maneira".

Folbigg sofria de um transtorno depressivo maior e "luto materno" quando fez as anotações, disse Callan.

Ela era a única em casa ou acordada quando as crianças morreram e afirmou ter descoberto três das mortes durante idas ao banheiro e uma enquanto verificava o bem-estar da criança.

* Com informações da Associated Press

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
associated press
mundo
kathleen folbigg
austrália
mortes
filhos
perdoada
20 anos
presa
condenada
justiça

Últimas notícias

EUA: Trump e Biden vencem eleições primárias em Michigan

EUA: Trump e Biden vencem eleições primárias em Michigan

Resultado aproxima políticos de se enfrentarem em uma revanche no pleito presidencial de 2024
Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 9

Caixa libera parcela do Bolsa Família para beneficiários com NIS final 9

Recurso pode ser sacado ou movimentado virtualmente; calendário também conta com Auxílio Gás
sambafoot na TV: Brasil tem mais de 900 mil casos prováveis e 195 mortes confirmadas por dengue

sambafoot na TV: Brasil tem mais de 900 mil casos prováveis e 195 mortes confirmadas por dengue

Confira o que foi notícia ao longo do dia e os assuntos que serão destaque nesta quarta-feira (28); assista!
Araras-azuis-de-lear e micos-leões-dourados traficados são repatriados

Araras-azuis-de-lear e micos-leões-dourados traficados são repatriados

Micos-leões estavam desnutridos, com sinais de intoxicação por óleo de motor, enquanto as araras aparentavam estresse; espécies são protegidas por risco de extinção
Mega-Sena acumula e chega a R$ 135 milhões; veja os números sorteados

Mega-Sena acumula e chega a R$ 135 milhões; veja os números sorteados

Quina teve 117 apostas ganhadoras, que vão receber mais de R$ 55 mil cada
José Dirceu está internado com pneumonia no Hospital Sírio-Libanês

José Dirceu está internado com pneumonia no Hospital Sírio-Libanês

Boletim médico diz que quadro é estável, mas não tem previsão de alta
"Espero que o Biden ganhe", diz Lula sobre eleições nos Estados Unidos

"Espero que o Biden ganhe", diz Lula sobre eleições nos Estados Unidos

Presidente também voltou a falar sobre guerra na Faixa de Gaza e reiterou críticas às ações de Israel
TSE fixa regras para uso de inteligência artificial nas eleições 2024

TSE fixa regras para uso de inteligência artificial nas eleições 2024

Restrições incluem “vedação absoluta” ao chamado deepfake e equipara crimes à propagação de fake news
FGTS Digital começa a funcionar nesta sexta-feira, dia 1º de março

FGTS Digital começa a funcionar nesta sexta-feira, dia 1º de março

Empregador poderá usar Pix para depositar Fundo de Garantia do trabalhador
Violência contra a mulher: Denúncias ao Ligue 180 crescem 23% em 2023

Violência contra a mulher: Denúncias ao Ligue 180 crescem 23% em 2023

Central de Atendimento à Mulher recebeu 1.558 ligações por dia no ano passado. Região Sudeste lidera com 288 mil chamadas no total
Publicidade
Publicidade
sambafoot Mapa do sitesambafoot Mapa do site