sambafoot

Publicidade

Lula pede atuação do Brics para evitar alastramento da guerra entre Israel-Hamas

Presidente participou de reunião virtual do bloco para discutir crise humanitária na Faixa de Gaza e pediu o "reconhecimento de um Estado palestino viável"

Lula pede atuação do Brics para evitar alastramento da guerra entre Israel-Hamas
Publicidade

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar o alto número de palestinos mortos em decorrência de bombardeios israelenses na Faixa de Gaza e avaliou que o "reconhecimento de um Estado palestino viável" é a "única solução possível" para o conflito armado entre Israel e Hamas.

+ Acompanhe a cobertura da guerra
+ Leia as últimas notícias no portal sambafoot

A fala de Lula aconteceu durante a reunião extraordinária do Brics, convocada pela África do Sul, nesta 3 ª feira (21.nov), para discutir o atual conflito, e a consequente crise humanitária no enclave palestino.

"Desde o início do atual conflito entre Israel e Palestina, tive a oportunidade de conversar bilateralmente com praticamente todos os líderes aqui reunidos", disse Lula ao se dirigir para os chefes de Estado presentes na cúpula virtual, incluindo o presidente russo, Vladimir Putin, e o presidente chinês, Xi Jinping, além de representantes dos países convidados a integrar o BRICS -- Arábia Saudita, Argentina, Egito, Etiópia, Emirados Árabes Unidos e Irã.

"O Brasil condenou de maneira veemente os ataques terroristas do Hamas em 7 de outubro contra o povo israelense", continuou. "No entanto, tais atos bárbaros não justificam o uso de força indiscriminada e desproporcional contra civis. Estamos diante de uma catástrofe humanitária", pontuou.

Lula também chamou a atenção para o número de mortos na Faixa de Gaza  -- mais de 12 mil, sendo 5 mil crianças -- e a demora para a aprovação de uma resolução humanitária no Conselho de Segurança da ONU, pedindo novamente por sua reforma e que a trégua humanitária seja implementada "imediatamente".

"Só em 15 de novembro último, mais de 40 dias depois do início dos conflitos, o Conselho de Segurança finalmente aprovou uma Resolução que foca em um dos objetivos mais essenciais de toda ação humanitária: a proteção de crianças.", afirmou. "Novamente, a credibilidade das Nações Unidas está em jogo".

O petista avaliou que o bloco deve atuar sobre outros dois temas envolvendo o conflito: evitar o alastramento da guerra para países vizinhos e garantir o reconhecimento de um Estado palestino. Segundo Lula, a nova configuração do Brics, "é valiosa e imprescindível" para a autocontenção e des-escalada da guerra.

"Estou convencido do potencial deste grupo para mobilizar as forças políticas e diplomáticas em favor da resolução pacífica de controvérsias", finalizou. 

Publicidade
Publicidade

Assuntos relacionados

sbtnews
portalnews
mundo
lula
guerra-israel
brics
discurso
politica
governo
presidente
solução
conflito
palestina
estado
reconhecimento
noticias
cúpula

Últimas notícias

FALSO: torcidas organizadas negam ato contra Bolsonaro em São Paulo

FALSO: torcidas organizadas negam ato contra Bolsonaro em São Paulo

Confira a verificação realizada pelos jornalistas integrantes do Projeto Comprova
Lira não tem prazo para analisar pedido de impeachment de Lula; entenda o processo

Lira não tem prazo para analisar pedido de impeachment de Lula; entenda o processo

Denúncia contra o presidente por crime de responsabilidade foi protocolada nesta semana; mais de 130 deputados federais assinaram
Confiança do consumidor brasileiro piorou em fevereiro, diz FGV

Confiança do consumidor brasileiro piorou em fevereiro, diz FGV

Trata-se do pior patamar em 9 meses, que atinge famílias com renda de R$ 2.100 a R$ 9.600,01
Homem é preso após arremessar filho de 11 meses de carro no Rio Grande do Sul

Homem é preso após arremessar filho de 11 meses de carro no Rio Grande do Sul

A ex-mulher também caiu do veículo em movimento e foi atropelada na sequência
Tenente acusado de matar campeão mundial de jiu-jitsu tem salário suspenso pela justiça de São Paulo

Tenente acusado de matar campeão mundial de jiu-jitsu tem salário suspenso pela justiça de São Paulo

Desde agosto de 2022, o tenente Henrique Velozo está detido no presídio Romão Gomes
Chuva no RJ deixa oito mortos e 650 pessoas desalojadas

Chuva no RJ deixa oito mortos e 650 pessoas desalojadas

Gabinete de crise foi criado para discutir ações emergenciais
Brasileiros matriculados em universidades argentinas correm o risco de perder o ano letivo

Brasileiros matriculados em universidades argentinas correm o risco de perder o ano letivo

Estudantes estão sendo considerados "falsos turistas" e mandados de volta ao Brasil na chegada a Buenos Aires
Biden anuncia mais de 500 novas sanções contra a Rússia

Biden anuncia mais de 500 novas sanções contra a Rússia

Trata-se de uma resposta do governo americano pelos dois anos da invasão russa na Ucrânia e à morte não esclarecida do opositor Alexei Navalny
Ministro da CGU diz que é preciso atenção redobrada com manifestações

Ministro da CGU diz que é preciso atenção redobrada com manifestações

Vinícius Carvalho diz que se houver participação de servidores em atos ilícitos a pasta tem capacidade de atuar
Ministro da CGU defende aprimoramento da fiscalização de emendas parlamentares

Ministro da CGU defende aprimoramento da fiscalização de emendas parlamentares

Os repasses a estados e munícios por meio das "emendas Pix" superam R$11,3 bilhões. Confira entrevista
Publicidade
Publicidade
sambafoot Mapa do sitesambafoot Mapa do site